"I watch the time pass slowly. It comes and goes like the waves. The sea can touch the sky at night. It's got the freedom I crave."

Vale Das Cruzes

This slideshow requires JavaScript.

VALE DAS CRUZES
Significado Religioso

O Vale das Cruzes, onde pessoas não só da Lituânia têm depositado suas cruzes por centenas de anos, testemunhas da felicidade e confiança de uma comunidade cristã a Cristo e sua Cruz. Isso é uma expressão de espontânea religiosidade das pessoas, e é um símbolo não de dor e morte mas de Fé, Amor e Sacrifício. Daqui o Papa benzeu todos da Lituânia e todas da Europa Cristã.

Locação
O Vale das Cruzes é situado no meio de uma terra arável, à 16 quilômetros de Siauliai. É visto de Siauliai – rodovia de Ryga. O vale é 60 metros de comprimento e 40-50 de largura.
Número de Cruzes
É muito difícil imaginar tantas cruzes num único lugar. Mas todas essa cruzes nos contam sobre infortúnios pessoais e públicos e catástrofes. Por exemplo, uma cruz foi posta depois do naufrágio da Estônia.As cruzes foram contadas primeiro por Ksywicki em 1900. Em crônicas históricas ele escreveu que haviam 130 cruzes no vale.  Dois anos depois já haviam 155 cruzes. Depois da 2ª Guerra Mundial, em 1922 haviam 50 cruzes mas 1938 – já acima de 400. Em 1961 o governo soviético demoliu mais de 5.000 cruzes, mas em 1975 – mais 1.200 cruzes.Depois da mudança política as cruzes foram contadas por adeptos de Siauliai. Contaram 14.384 cruzes grandes(1.112 delas eram de 3 à 4 metros de altura, 130 mesma altura) e 41.000 cruzes pequenas(menores de 50 centímetros).Cada visitante tenta deixar uma cruz ou um rosário. Se não leva nada, faz algo no vale, com pedras, pequenos ramos ou relvas.
O Monastério do Vale das Cruzes
Em 1994 durante sua visita ao monastério franciscano de um monte de Verna(Itália), o Papa João Paulo II encorajou os irmãos a construírem um monastério no Vale das Cruzes. Um eremita dos Irmãos Franciscanos foi consagrado em 7 de julho em 2000.  Foi construído à 300 metros do vale e tem 16 quartos. Serve como iniciação da Província Franciscana da Lituânia de São Casimiro, mas o monastério é também aberto aos peregrinos que procuram por silêncio e paz.
História
As cruzes no vale foram mencionadas pela primeira vez em crônicas escritas 1850, acreditáva-se que as primeiras cruzes foram colocadas pelos parentes das vítimas da rebelião em 1831, pois o governo czarista(forma de governo que imperou na Rússia) não deixou os familiares honrarem suas mortes devidamente. Cruzes do gênero se tornaram mais numerosas depois de outras rebeliões em 1863. No começo do século 20 o Vale das Cruzes foi amplamente conhecido como um lugar sacro. Em soma aos muito visitantes peregrinos, foi também um lugar de Missas e devoções. O Vale das Cruzes se tornou de importância especial durante tempos soviéticos – foi também o lugar dos anônimos mas persistência surpreendente ao regime. O governo soviético consideoru as cruzes o vale um símbolo hostil e prejudicial. Em 1961 as cruzes de madeira foram quebradas e queimadas, as de metal usadas como sucata e as cruzes de pedra e concreto foram quebradas e enterradas. O vales, muitas vezes, foi destruído com escavadeiras. Durante o período de 1973 à 1975, cerca de meio milhão de cruzes costumavam ser demolidas a cada ano sem nem tentarem fazer isso secretamente. Mais tarde as táticas se tornaram mais sutis: cruzes eram demolidas por não terem valor
artístico, diferentes “epidemias” eram anunciadas proibindo as pessoas que vinham até a região ou as estradas eram bloqueadas pela polícia.O vale foi guardado pelo governo e pela KGB. Em 1978 e 1979 houve algumas tentativas de inundação no território. Apesar de todo empenho para imperdir que as pessoas visitassem o vale, cruzes apareciam a cada noite.Depois da mudança política em 1988 as condições do Vale das Cruzes mudam completamente – tornaram-se Lituânia e um fenômeno mundial. Ganhou fama mundo a fora depois da visita do Papa João Paulo II em 7 de setembro de 1993. O Papa foi estremamente
tocado pela cruz com orações por sua saúde depois do atentado que sofreu em 1981. Em seu sermão durante as Santa Missa Sua Eminência disse: “Filhos e filhas de seu país têm carregado a esse vale de cruzes, semelhante ao de Gólgota, que viu a morte de nosso Salvador. Assim, as pessoas declararam sua sincera fé de que seus irmãos e irmãs falecidos de terem encontrado Eternidade” (…). A Cruz é o símbolo de vida eterna em Deus”.Em 1997, a Igreja reviveu devoções no vale. Elas acontecem todos os anos no penúltimo domingo de julho. Atualmente, O Vale das Cruzes está sob proteção da diocese Šiauliai, estabelecido em 28 de maio de 1997, primeiramente com o Bispo Eugenijus Bartulis.
Cruz é o símbolo do amor
O Vale das Cruzes é um lugar sagrado na região de Šiauliai com espaços especialmente vastos para meditações de fé e manifestações de amor a Deus. É aqui que Lituânia já passou por Gólgota, sua população experimentou tanta dor e infortúnios. Ou seja, aqui revive a mais sincera crença no sacrifício de nosso Salvador, o amor encontra resposta no Seu coração, as esperanças se fortalecem. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3, 16). A Cruz é o símbolo desse amor.
Eugenijus Bartulis

Bispo de Šiauliai

Tradução: Eliana Lara Delfino

Fonte: http://www.kryziukalnas.lt/?id=44

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s